CASAN alerta para uso responsável da água neste final de ano

Com a chegada do fim de ano, período em que se amplia consideravelmente o consumo de água tratada nas cidades litorâneas, a CASAN renova o pedido para um uso responsável.

Somente no último ano a Companhia investiu cerca de R$ 80 milhões nos Sistemas de Abastecimento de Água (SAA), trazendo mais tranquilidade a moradores e visitantes durante o Verão. No entanto, diante do grande número de turistas, especialmente no litoral, e do consumo elevado em todo o Estado nesta época, a Companhia pede a colaboração da população no sentido de usar esse recurso de forma responsável. “Apesar de nossas unidades estarem planejadas para a temporada, solicitamos que os usuários usem água tratada sempre de forma consciente, evitando desperdícios”, diz o engenheiro Bruno Kossatz, chefe do Setor de Operação e Manutenção de Água da Superintendência Metropolitana da Grande Florianópolis.

Segundo dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento, o consumo de água tratada em Santa Catarina é de 154 litros por pessoa. “Porém, em algumas cidades o uso diário é bem maior, e pode ser reduzido em momentos de grande calor e falta de chuvas para que todos possam receber água em suas residências”, diz Kossatz. Segundo o bioquímico Rafael Luiz Prim, do Setor de Manutenção e Operação de Água, aproximadamente 75% da água consumida numa residência são gastos nos banheiros. Por isso, uma dica importante é evitar banhos prolongados, já que o chuveiro gera um significativo consumo de água.

Estima-se o gasto de 10 litros de água a cada minuto sob o chuveiro. Utilizar descargas com caixa acoplada nos vasos sanitários reduz o gasto de 20/30 litros para 6 a 12 litros por descarga. Também é importante observar todas as torneiras da casa, prevenindo e consertando goteiras e vazamentos.

“Uma torneira gotejando pode desperdiçar até 46 litros de água por dia. E, se a água estiver gotejando rapidamente ou em forma de filete, perde-se de 180 a 720 litros diários”, alerta o bioquímico. Outras dicas básicas: fechar a torneira ao lavar a louça, escovar os dentes e fazer a barba, reutilizar a água da máquina de lavar para limpar calçadas ou o quintal, evitando a prática de usar mangueira para limpar o chão.

“Se cada habitante economizasse 10 litros de água por dia, em uma cidade de 450 mil habitantes, como a Capital, teríamos uma economia de 4,5 milhões de litros/dia, suficiente para abastecer uma população de até 30.000 mil habitantes por um dia”, exemplifica Prim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *